País de Doutores

3/13/2017



No meu trabalho, quando as pessoas não me conhecem bem tratam-me por Dra.
Acredito que 95% das pessoas a quem recebe este tratamento se sente vangloriada ou orgulhosa. Mas eu não. Não gosto, mas não gosto nada desta "política" fortemente alimentada em Portugal.
Lá porque uma pessoa esteve no ensino superior não significa que tem de ser tratada de maneira diferente daquelas que não tiveram oportunidade para tal.
Nos outros países, na sua GRANDE maioria não há distinções e tratamentos especiais: Dr., Doutor, Eng., Arq., Mestre, Prof.,etc…
Em vez de tantas mariquices devia é haver mais respeito, porque estes tratamentos ditos especiais distanciam as pessoas e é muito mas muito errado na nossa cultura.

You Might Also Like

9 comentários

  1. A mentalidade é muito pequena e teima em ser assim...
    Como se ser o Sr. Dr. definisse o real carácter de alguém!

    ResponderEliminar
  2. Olá Jessy!

    Estou de volta ao blog e gosto de rever quem ainda se mantém por aqui!

    Relativamente ao teu post, concordo plenamente! O mais constrangida que já me senti relativamente a este tipo de tratamento, foi exactamente quando comecei a trabalhar! Como era numa empresa onde fazia consultoria, eu, pitinha com 20 anos e 2 semana de experiência, Sra. doutora! Neste país basta mesmo ser gente para ser Doutor!


    Já ganhas-te uma nova seguidora nas tuas redes socias!

    Beijinho, Rita

    ResponderEliminar
  3. Normalmente é muito título para pouco trabalho. Eu cá dispenso bem o título.

    ResponderEliminar
  4. Podia ter sido eu a escrever isto.
    Penso exatamente o mesmo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Concordo completamente contigo! Só acho que essas categorias devem de ser utilizadas em determinadas situações de trabalho, nomeadamente quando nos referimos às pessoas por escrito num documento formal, como artigos, teses e afim. Fora disso e principalmente fora do ambiente de trabalho, somos todos iguais e não deve de existir distinção nenhuma!

    ResponderEliminar
  6. Sempre que me chamam doutora, o que acontece muitas vezes, rectifico a pessoa. Não gosto desta regra social que tende a proliferar.

    ResponderEliminar
  7. Verdade, aqui em PT há demasiadas mariquices! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar