A importância de doar sangue

4/03/2017


Há umas semanas telefonaram-me do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) a dizerem que as reservas do meu tipo de sangue estão baixas e se eu me dispunha a doar sangue.
Eu disse prontamente que sim, ela disse-me os locais mais próximos de mim e neste fim-de-semana lá fui eu fazer a boa ação do dia. Ainda levei o Johnny, que fez a sua primeira doação e portou-se lindamente.

Experiência:
Já doei duas vezes no espaço de 9 meses, confesso que fico sempre nervosa quando fico à espera da minha vez, mas quando chega a hora H, é tranquilo, juro que não custa nada. Só sentem a picada e mais nada, durante todo o processo não há dor ou desconforto.


Vantagens:
- Vão ajudar quem precisa
- Podem ser isentos de taxas moderadoras nos centros de saúde e hospitais
- Análise de sangue grátis

Requisitos:
- Ter entre 18 e 65 anos, para uma primeira dádiva o limite de idade é aos 60 anos
- Ter um peso mínimo de 50Kgs
- Nunca ter feito transfusões de sangue após 1980

Processo:
1. Convém que nunca vão em jejum, mas que tenham a digestão feita, que tenham dormido pelo menos 8 horas e se sintam saudáveis.
2.Vão ter de preencher um questionário para perceber se são aptos a doar sangue.
3. Caso já tenham o cartão de doador é só entregar o cartão, caso contrário a pessoa que vos atender vai inscrever-vos com os vossos dados pessoais para receberem um cartão em casa (demora uns 3 meses a chegar).
4. Vão à triagem, vão perguntar-vos o que basicamente está no questionário que preencheram e vão picar o dedo apenas uma gota de sangue para analisar e garantir a vossa saúde.
5. Bebam água ou sumos, comam umas bolachinhas eles oferecem, é importante. 
6. Vejam se têm veias visíveis ou qual o braço em que é mais conveniente.
7. Vão chamar por vocês, deitam-se na marquesa, começa a dádiva, como já disse sem dor ou desconforto.
Vão perguntar-vos muitas vezes se estão a sentir-se bem, é muito importante que sejam sempre honestos. Não digam que estão bem só porque sim.
8. Após a recolha, é colocado um penso rápido que vão ter de pressionar durante alguns minutos, ainda deitados na marquesa. 
9. Após ordem do(a) enfermeiro(a), podem levantar-se e beber mais água e comer alguma coisa, sempre sentados.
10. Depois disto, não convem fazer esforços físicos, como fazer desporto ou levantar pesos. De resto, é fazer a vida normal. 
11. Passado um mês vão enviar-vos uma mensagem a informar se está tudo bem com o vosso sangue.

Vão sair de lá com sentimento de dever cumprido e pensem que vão ajudar pessoas que vão precisar do vosso sangue. Quem sabe um dia não vão ser vocês a precisar.

Mais informações vão a dador.pt

Dar sangue não engorda, não enfraquece e não causa habituação.



E por aí, já deram sangue, gostava de dar ou não querem de todo?

You Might Also Like

13 comentários

  1. Doar sangue é mesmo importante, e é algo que mais pessoas deveriam fazer.
    Eu só não faço porque, como estou a estagiar em enfermagem, eles não nos deixam, devido ao risco de infeção.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Andava mesmo à procura deste tipo de post, obrigada ;) Ando a pensar seriamente em fazê-lo...

    ResponderEliminar
  3. Adorava poder dar sangue mas nao posso porque não atinjo o peso minimo de 50KG! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
  4. Nunca dei, confesso, mas é algo que quero fazer, precisamente pela importância que tem!

    r: Recomendo :)

    ResponderEliminar
  5. Doar sangue é muito importante! Uma de nós é doadora e a outra infelizmente não pode doar! Contudo, é sempre importante sensibilizar as pessoas :)

    Seguimos o blog e o insta :)
    Beijinhos
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  6. Eu sou dadora de sangue há já uns anos e já recebi o meu diploma de ter ultrapassado as dez dádivas de sangue :)

    ResponderEliminar
  7. Eu não posso devido a uma patologia que tenho no sangue :o

    ResponderEliminar
  8. Dar sangue é de extrema importância. Não custa nada e salva tantas vidas.

    ResponderEliminar
  9. Também sou dadora de sangue há uns anos e é mesmo importante que se continue a sensibilizar as pessoas para que o façam!

    ResponderEliminar
  10. Sou dadora há anos e acho que é um gesto tão fácil que tem uma importância tão grande. Também sou dadora de medula e já fui chamada para os testes preliminares mas infelizmente não houve uma correspondência plena. Mas é importantíssimo.

    ResponderEliminar
  11. Nunca é demais ajudar
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Um gesto nobre e essencial para salvar vidas.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  13. Doar sangue é das coisas mais importantes de sempre (=

    ResponderEliminar